EventoGospel

O Espírito Santo vai te levar onde Ele quiser…

Publicidade

Tópicos recentes

novembro 2014
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Rádio ON LINE

Thalles Roberto participa de reality show cristão e diz que pediu a Deus para ser referência; Assista

Thalles Roberto participa de reality show cristão e diz que pediu a Deus para ser referência; Assista

Thalles Roberto gravou um reality show para uma canal de TV e rádio da Argentina, e mostrou parte de sua rotina  de viagens e apresentações. No primeiro episódio do programa, que se chama 25 horas com Thalles Roberto, o cantor falou de sua forma de encarar os desafios que se colocam à sua frente.

O programa acompanhou Thalles Roberto numa viagem à cidade de Houston, no Texas (EUA), onde ele se apresentaria na megaigreja Lakewood Church, que é liderada pelo pastor Joel Osteen.

Num momento de descontração, Thalles e o apresentador praticaram exercícios físicos na academia do hotel e conversaram sobre o assunto. O cantor disse que seu hábito de cuidar do corpo surgiu depois de uma conversa íntima com o Espírito Santo.

“Eu perdi, 30 quilos, de gordura, e ganhei 10 quilos de massa“, contou Thalles, afirmando que na conversa com o Espírito Santo, ele foi questionado se gostaria de ser um cantor ou uma referência, e ele teria escolhido ser uma referência para que outros desejassem ser como ele.  Além dos exercícios, Thalles diz ler a Bíblia e jejuar como parte de sua rotina em busca de ser referência.

Na chegada ao templo da Lakewood Church, Thalles diz que se sente emocionado com a extensão de sua carreira musical: “Me sinto no foco, para falar o exatamente o que Deus quer, numa grande oportunidade”.

Ao final, conta que para não se intimidar perante o público da igreja, pensou na vontade de Deus: “Eu só pensava uma coisa, estou aqui porque Deus me colocou aqui, me chamou pra estar aqui, eu não posso estar impressionado, não posso estar pensando que toda a Sua grandeza pode me diminuir, porque se Deus me tirou de onde eu estava e me trouxe até aqui, é porque Ele acredita que tenho algo no coração, uma força dele para falar com as pessoas”.

Assista:

Belo regrava música de Thalles

O pagodeiro Belo regravou a música “Mesmo sem Entender”, de Thalles, para seu novo álbum, “Mistério”. Em entrevista ao jornal Extra, o artista secular contou que sua iniciativa de regravar a canção tinha como objetivo levar a mensagem de Deus para quem não costuma ouvir.

“Ele é um artista gospel que não transita no nosso segmento e estou através da música dele levando a palavra de Deus para outro público”, disse Belo.

Thalles contou que a letra foi inspirada por uma situação delicada por que passou: “Deus me deu essa música em um momento de muita luta! Eu não entendi direito mas confiei! Hoje eu entendo o propósito! Uma vida com propósito vai muito além do limite da religião! Que o Espírito Santo do meu Deus te abrace Belo e te grite com toda força! Não há uma vida que Deus não possa amar, entender e salvar! Belo, porque Deus amou o mundo de tal maneira que Deus seu filho único, para que todo aquele que nele crê não pareça mas tenha a vida eterna! Ele te ama! Belo, que Deus te pegue no colo! Feliz por ser um simples instrumento de Deus para tocar seu coração”.

Ouça:

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Justiça revoga sentença que proibia cidadãos de fazerem orações em nome de Jesus Cristo

Justiça revoga sentença que proibia cidadãos de fazerem orações em nome de Jesus Cristo

Uma decisão da Justiça restaurou a liberdade dos membros da comissão de um pequeno condado nos Estados Unidos de fazerem suas orações em nome de Jesus.

Em março de 2007, as entidades União das Liberdades Civis Americanas e Americanos Unidos pela Separação entre Igreja e Estado processaram a Comissão do Condado de Forsyth, na Carolina do Norte, pois três pessoas alegaram sentirem-se ofendidas ao presenciarem palestrantes fazer suas orações em nome de Jesus.

Desde então, a Comissão do Condado de Forsyth era obrigada a orientar seus convidados e palestrantes a não “incluir referências a Jesus Cristo, ou qualquer outra divindade sectária, como parte de suas orações”.

Agora, baseado em uma decisão do Supremo Tribunal de Justiça, um tribunal federal da Carolina do Norte restaurou a liberdade de oração a Jesus na Comissão do Condado.

A decisão do Supremo se deu em outro caso semelhante, e os magistrados entenderam que o argumento de “que a oração legislativa pode ser dirigida apenas a um Deus genérico” era uma forma de limitar a liberdade religiosa.

“Nossa tradição pressupõe que os cidadãos adultos, firmes em suas próprias crenças, podem tolerar e talvez apreciar uma oração cerimonial entregue por uma pessoa de uma fé diferente”, dizia trecho da sentença do Supremo.

A Aliança pela Defesa da Liberdade foi a entidade que se posicionou contra a proibição feita ao Condado de Forsyth, e comemorou a decisão do Tribunal Federal.

Brett Harvey, consultor sênior da Aliança, afirmou que uma distorção foi corrigida pela Justiça: “Todos os americanos devem ter a liberdade de orar sem serem censurados, assim como o Supremo Tribunal considerou apenas alguns meses atrás, e estamos muito satisfeitos em ver essa liberdade restaurada em Forsyth […] A Suprema Corte afirmou a liberdade dos americanos para orar de acordo com suas consciências diante de reuniões públicas. Por esse motivo, o Tribunal do Distrito tinha que suspender sua ordem anterior contra a política de oração de Forsyth County, que é claramente constitucional”, comentou, segundo informações do Charisma News.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Eleito deputado federal, Irmão Lázaro diz que lutará contra a homofobia: “Pessoas são livres”

Eleito deputado federal, Irmão Lázaro diz que lutará contra a homofobia: “Pessoas são livres”

O cantor Irmão Lázaro (PSC-BA), eleito deputado federal com mais de 161 mil votos, afirmou que apesar de sua crença a respeito da homossexualidade, vai lutar para reduzir a violência praticada contra gays no país.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Lázaro se descreveu como um “conservador”, afirmou ser contra a descriminalização da maconha e ressaltou que usará seu mandato para defender a família “no modelo de Deus, homem e mulher”.

O ponto de vista expressado a respeito da homossexualidade é o mais equilibrado possível dentro do cenário de tensões criadas sobre o tema. O próprio Lázaro afirma que sua postura é “estranha do ponto de vista religioso”, mas defenderá a liberdade individual: “Se quiserem viver juntos, isso deve ser respeitado. Tem que se entender que homossexualismo é pecado, mas as pessoas são livres”.

Atualmente, Irmão Lázaro tem quase 8 milhões de seguidores nas redes sociais, e hoje é o parlamentar com mais expressividade nessa área. Na Câmara, o segundo colocado é o pastor Marco Feliciano (PSC-SP), com 1,9 milhões de seguidores, seguido pelo ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ), que tem pouco mais de 800 mil inscritos em suas páginas.

A título de comparação, Irmão Lázaro tem 17 vezes mais seguidores nas redes sociais do que o deputado mais votado do Brasil, Celso Russomano (PRB-SP), que obteve 1,5 milhão de votos e tem pouco mais de 460 mil seguidores.

Mesmo com tamanha representatividade, Irmão Lázaro diz que não defenderá uma bandeira específica no Congresso nesse seu primeiro mandato. A linha de pensamento conservador será aplicada a todas as atividades em que se envolver, e nas votações mais sérias também.

Irmão Lázaro foi integrante do Olodum, e hoje é pastor da Igreja Batista Lírio dos Vales, em Salvador (BA). À Justiça Eleitoral, declarou bens na casa de R$ 4,7 milhões, construído a partir da carreira na música gospel e nos empreendimentos que abriu. “Tenho uma história de superação que as pessoas veem como inspiração […] Cheguei a viver nas ruas, comendo lixo”, resume o cantor, pastor e deputado federal.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Em mensagem a líderes, pastor Myles Munroe disse que poderia morrer em um acidente; Assista

Em mensagem a líderes, pastor Myles Munroe disse que poderia morrer em um acidente; AssistaEm uma curta mensagem gravada momentos antes de sua morte, o pastor Myles Munroe afirmou que o sucesso ministerial pode ser medido justamente pela ausência do líder, e usou como exemplo a possibilidade de uma morte acidental para ilustrar o sermão.

A imprensa internacional vem descrevendo o teor da mensagem como uma espécie de presciência que Munroe teve de sua morte, pois o pastor e fundador do Bahamas Faith Ministries disse se considerar “desnecessário” para a continuidade do ministério.

“O maior ato de liderança é o que acontece na sua ausência. Se tudo que você fez morreu com você, você é um fracasso. A verdadeira liderança é medida pelo que acontece depois que você morre”, disse o pastor.

Falando para líderes a partir de um estúdio de TV, Munroe usa seu exemplo pessoal e questiona sobre o que poderia acontecer aos ministérios em caso de morte de seus líderes: “Se você, em posição de liderança, morrer hoje deixando o estúdio em um acidente, o que acontece com a sua organização? O que acontece com a sua igreja? O que acontece com o seu negócio? Se ele [ministério] morre quando você morre, você é um fracassado”, disse.

Na sequência, ele pede que os investimentos feitos pelas igrejas sejam direcionados a pessoas: “Os verdadeiros líderes não investem em edifícios. Jesus nunca construiu um edifício. Eles investem em pessoas. Por quê? Porque alcançar o êxito sem deixar um sucessor é fracasso. Portanto, o seu legado não deve ser em edifícios, programas ou projetos, o seu legado deve estar em pessoas”, afirmou Munroe.

“Quem você tutoria para tomar seu lugar? Os verdadeiros líderes fazem-se desnecessários. Um verdadeiro líder funciona fora do trabalho. Então, os grandes líderes medem sua grandeza pela sua ausência. Estude Jesus. O maior líder de todos. Ouça Suas palavras. ‘É melhor para vós que eu vá embora. Se eu não for’, Ele diz, ‘você não será grande. Minha ausência é a sua grandeza’. Ele provou sua grandeza ao sair. Ele saiu e sua organização cresceu em sua ausência”, acrescentou o pastor.

Próximo ao final do vídeo, Munroe passou a explicar que seus filhos já haviam sido preparados para assumir o ministério e também seus negócios: “É por isso que, em nossa organização, me tornei desnecessário. Eu posso viajar pelo mundo e nosso ministério cresce. As minhas empresas crescem. Meu filho, aos 29 anos de idade, está tocando meus negócios. Minha filha, que tem 30, está tocando a nossa organização global”.

Assista:

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

No Programa Raul Gil, Silas Malafaia critica o cantor Justin Bieber e afirma que o astro teen “é mau exemplo para a juventude”

No Programa Raul Gil, Silas Malafaia critica o cantor Justin Bieber e afirma que o astro teen “é mau exemplo para a juventude”

No último sábado, o pastor evangélico Silas Malafaia esteve no programa Raul Gil, onde participou do conhecido quadro “Para Quem Você Tira o Chapéu”. Entre os nomes para os quais o pastor “tirou o chapéu” está o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que recebeu elogios por parte do pastor por causa da estabilidade econômica do país. Entre os nomes criticados por Malafaia se destacou o do cantor teen Justin Bieber que, segundo o pastor, é “um mau exemplo para a juventude do Brasil e do mundo”.

– Juventude, adolescente, precisam de referenciais e quando um referencial é do mal, da bagunça, de desordem, de drogas, de falta de respeito… eu não posso tirar o chapéu para alguém que está contribuindo assim para uma gama da sociedade que está em formação. Como é que um cara desses vem ao Brasil, sai com prostituta e picha muros. Então, eu não posso tirar o chapéu para um cara que é um mau exemplo para a juventude do Brasil e do Mundo – afirmou o pastor.

Em sua participação no programa, Silas Malafaia também não tirou para a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Travestis e Transexuais, grupo ao qual teceu duras críticas.

– Eu não discuto questões de sexos. A ABGLT quer implantar uma ideologia no Brasil. Eles estão trabalhando para uma coisa que chama ideologia de gênero, é para destruição da família. Eu sofro ataque dos ativistas gays – afirmou o pastor.

Durante o programa, a esposa de Silas Malafaia, a pastora Elizete Malafaia fez uma declaração para o marido, na qual falou sobre o relacionamento dos dois e destacou o quanto fazem parte da vida um do outro.

Polêmica

As declarações de Silas Malafaia contra o cantor teen causou uma forte reação nas redes sociais, onde o pastor recebeu inúmeras criticas pelas afirmações feitas no programa de auditório.

Entre as diversas críticas feitas pelo pastor, muitos o acusaram de ser homofóbico, e ainda afirmaram que o religioso usa a fé para tirar vantagem das pessoas.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Terreiros de candomblé passam a ter mesmo direitos de igrejas

Terreiros de candomblé passam a ter mesmo direitos de igrejas

Terreiros de candomblé passam a ter mesmo direitos de igrejas

O prefeito de Salvador (BA), ACM Neto, assinou um decreto que garante aos terreiros de Candomblé os mesmos direitos jurídicos e administrativos que igrejas e templos de outras religiões já possuem.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) na última quinta-feira (20) e assinado durante a inauguração do Observatório Permanente da Discriminação Racial e Violência contra LGBT.

Com esse decreto os templos de religiões como Candomblé, Unzon, Mansu, Centros de Caboclo, Centros de Umbanda, Kimbanda, Ilê, Ilê Axé, Kwé e Humpame passam a ter direitos como a imunidade tributária e facilidade para se organizarem juridicamente como instituições e ainda fazer a regularização fundiária.

De acordo com a prefeitura de Salvador, a capital baiana tem mais de 1,2 mil terreiros dessas religiões e comunidades e o poder público tem o dever de proteger o patrimônio religioso deles.

“Essas entidades possuem formas próprias de organização e são de extrema importância cultural, social e econômica, utilizando conhecimentos, inovações e práticas geradoras e transmitidos pela tradição”, disse Ivete Sacramento, secretária municipal de Reparação.

O prefeito ACM Neto também comentou sobre o decreto dizendo que a partir dele “as instituições enquadradas nessas características passam a gozar de todas as prerrogativas dos templos de outras religiões, inclusive do ponto de vista tributário”. Com informações Tribuna da Bahia

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Site de evangelismo comemora 5 milhões de conversões on-line

Site de evangelismo comemora 5 milhões de conversões on-line

Site de evangelismo comemora 5 milhões de conversões

A Associação Evangelística Billy Graham (AEBG) é um dos ministérios mais conceituados do mundo. Ficou famoso a partir da década de 1950, com suas cruzadas evangelísticas que resultavam em milhares de conversões em dezenas de países.

Aos poucos o trabalho foi se diversificando, com vários programas evangelísticos através de livros, programas de rádio e televisão. Desde 2011, o foco passou a ser quase totalmente em sites de evangelismo pela internet.

Billy Graham ainda é o presidente honorário, mas é seu filho Franklin que atua como presidente e CEO. Franklin Graham também dirige o ministério Bolsa do Samaritano, que atua na área de ação social em áreas pobres em todo o mundo.

Além do seu novo ministério de evangelismo pela Internet, existem cursos de discipulado on-line em diversas línguas. Os portais mais populares são PeaceWithGod.net [Paz com Deus] e Searchforjesus.net[Em busca de Jesus].

Na semana passada, a AEBG divulgou que alcançaram oficialmente a marca de 5 milhões de decisões. Um dos aspectos mais interessantes é que o site indica em que cidade do mundo a decisão foi tomada em tempo real.

“Isto é importante porque estamos seguindo o legado de usar as tecnologias mais avançadas disponíveis e alcançar as pessoas onde elas estão, oferecendo a esperança que há em Jesus”, disse o pastor John Cass, diretor de evangelismo pela Internet da AEBG. “Isso nos deu a oportunidade de chegar até os confins da terra.”

Além de estudos bíblicos, o material do site inclui vídeos criados para compartilhar o evangelho com os visitantes. Em média, mais de 20 mil pessoas por dia assistem uma apresentação do Evangelho através dessa plataforma on-line.

Algumas situações merecem destaque. Por exemplo, em outubro de 2014, 45.000 pessoas no Iraque, 34 mil na Síria e 33 mil na Arábia Saudita experimentaram a Boa Nova de Jesus Cristo através do PeaceWithGod.net. Nessa parte do mundo o acesso de missionários é muito restrito e difícil. Iraque e Síria estão em meio a uma guerra civil, e na Arábia é proibido se anunciar o evangelho.

O pastor Cass explica que após a decisão por Cristo, a pessoa é encaminhada para um contato on-line com uma extensa rede de voluntários treinados que estão disponíveis para chat ao vivo. Eles podem tirar dúvidas, e repassar materiais para os novos crentes, ajudando-os a encontrar uma igreja local onde possam crescer em sua nova fé.

Outro elemento importante, destaca a AEBG, é o potencial dessas conversões em lugares de difícil acesso. “Cada um que clicou é filho ou filha de alguém; mãe ou pai de alguém. Cada pessoa é alguém que agora pode compartilhar que é amado por Deus”, destaca Cass.  Com informações Christian Post.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Marco Feliciano propõe ensino do criacionismo em escolas

Marco Feliciano propõe ensino do criacionismo em escolas

Marco Feliciano propõe ensino do criacionismo em escolas

O deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) apresentou um projeto de lei na Câmara que pede a inclusão do ensino do criacionismo nas escolas públicas e privadas.

O texto foi apresentando na quinta-feira passada, 13 de novembro, tendo como uma das justificativas a afirmação de que as crianças ficam confusas ao aprenderem o evolucionismo nas escolas e o criacionismo nas igrejas.

“Ensinar apenas o evolucionismo nas escolas é ir contra a liberdade de crença de nosso povo, uma vez que a doutrina criacionista é predominante em todo o nosso país”, diz o autor do projeto de lei 8.099/2014.

O texto também diz que o evolucionismo faz com que os estudantes deixem de acreditar na existência de um criador “que está acima das frágeis conjecturas humanas forjadas em tubos de ensaio laboratorial”.

A proposta deixa claro que o objetivo não é tirar o ensino do evolucionismo das escolas, apenas incluir a doutrina criacionista que é adotada pela maioria das religiões que possuem adeptos no Brasil.

O PL 8.099/2014 tem o mesmo conteúdo do PL 594/007 apresentado na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) pelo deputado Artagão Júnior (PMDB) que tem tentado aprovar o texto incluindo o ensino do criacionismo nas escolas.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Curta no FaceBook