EventoGospel

O Espírito Santo vai te levar onde Ele quiser…

Publicidade

Estude Teologia

maio 2015
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Rádio ON LINE

Padre ouve mensagem evangelística, decide abandonar sacerdócio e é batizado em igreja pentecostal; Assista

Padre ouve mensagem evangelística, decide abandonar sacerdócio e é batizado em igreja pentecostal; Assista

Um padre resolveu deixar seu sacerdócio após 23 anos e ser batizado em uma igreja evangélica depois que ouviu uma pregação evangelística em praça pública.

Barbarian Gonzalez disse que recebeu uma revelação divina quando ouviu a abordagem que os evangelistas faziam a respeito da mensagem do Evangelho, e decidiu abandonar seu ministério na Igreja Católica.

Ele havia sido ordenado ao sacerdócio em 1991, e durante todo o tempo serviu de acordo com a doutrina e liturgia católica. Gonzalez destacou que, como todas as crianças católicas, foi batizado na infância e que, ao refletir sobre o que a Bíblia diz sobre o batismo, chegou à conclusão de que a tradição católica está equivocada.

A Palavra de Deus afirma que aquele que crê, se arrepende de seus pecados, confessa Jesus como Salvador e desce as águas, recebe a Salvação. Esse ponto levou o padre a se questionar sobre como uma criança pode crer e se arrepender de seus pecados. Atemorizado, Gonzalez optou por se batizar conforme a tradição protestante.

Segundo informações do site Biblia Todo, o padre pediu perdão pelos seus pecados: “Eu peço perdão e agradeço a estes irmãos da igreja pentecostal por falar da Palavra do nosso Senhor Jesus Cristo. Muitos me chamaram de louco, minha mãe ficou surpresa com esta decisão que eu tomei, mas eu entendi que deveria ser salvo e não poderia ir mais longe no caminho da escuridão, mas agora estou no caminho da Luz e eu sou um novo homem”.

Usando a passagem bíblica de João 14:6, Gonzalez afirmou que o único caminho existente para a Salvação é Jesus, e que a idolatria é um pecado terrível que deve ser denunciado.

Assista ao vídeo do batismo do, agora, ex-padre Barbarian Gonzalez:

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Os Dez Mandamentos: novela bate novo recorde e se torna o programa mais assistido da TV Record

Os Dez Mandamentos: novela bate novo recorde e se torna o programa mais assistido da TV Record

A novela Os Dez Mandamentos vem sendo a responsável pela conquista de um novo patamar de audiência na TV Record, batendo recordes no Ibope e empolgando os profissionais de dramaturgia na emissora.

A satisfação na emissora do bispo Edir Macedo não está apenas no fato de que um projeto seu está bem sucedido, mas principalmente porque a audiência conseguida é de um público que antes acompanhava o Jornal Nacional e a novela das 21h00 na TV Globo.

Esta semana, a “novela bíblica” começou com média de 13 pontos e vem subindo, registrando na última quarta-feira, média de 14 pontos em São Paulo e 16 no Rio de Janeiro.

Diante desse sucesso, a direção da emissora já intenta aumentar a duração da novela, prevista inicialmente para ter 150 capítulos a um custo de R$ 700 mil cada. Se mantido o plano inicial, “Os Dez Mandamentos” custariam R$ 105 milhões. Se houver uma ampliação no número de capítulos, esse valor pode subir ainda mais.

Segundo a jornalista Keila Jimenez, Os Dez Mandamentos se tornou a atração da Record mais vista nas últimas semanas, e se continuar nesse ritmo, vai terminar o mês de abril com média superior às obtidas pelos programas do Gugu e Domingo Espetacular.

“A trama da Record vêm roubando plateia da Globo no horário, atrapalhando o desempenho do ‘Jornal Nacional’ e da novela das 21h, ‘Babilônia’. Desde a trilogia de ‘Os Mutantes’ (2009), de Tiago Santiago, uma novela da emissora não alcançava um Ibope tão bom. As recentes investidas da emissora em dramaturgia não alcançavam mais os dois dígitos em audiência”, escreveu Jimenez em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo.

A primeira “novela bíblica” da história estreou no dia 23 de março, sem exibição de comerciais, e chamou a atenção do público e crítica por conta da qualidade dos cenários e imagens. Em contraponto, se beneficiou da antipatia do público pela trama da novela global Babilônia.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Thalles Roberto lança Bíblia em parceria com a SBB e é criticado

Thalles Roberto lança Bíblia própria em parceria com a SBB e é criticado: “Piada”; Assista

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) lançou a Bíblia “ID3”, de Thalles Roberto, com as composições, testemunho e ministrações do cantor, e a iniciativa gerou enorme polêmica nas redes sociais.

O cantor apresenta a iniciativa como uma tentativa de alcançar os jovens que não são atraídos naturalmente pela leitura: “O jovem não lê Bíblia. O jovem gosta de música, gosta de louvor, de pular, de gritar, de celebrar. Mas muitos jovens têm dificuldade de ter consistência no relacionamento com Deus”, disse Thalles.

“Eu não quero obrigar ninguém a comprar a Bíblia do Thalles, mas Deus me deu uma influência. O meu Facebook está entre os maiores do País. Eu quero influenciar os jovens a ler a Bíblia, foi por isso que coloquei meu nome aqui”, acrescentou o cantor, frisando que seu objetivo “não é vender Bíblias”.

No entanto, muitos internautas receberam a “bíblia do Thalles” com desconfiança: “Se o objetivo não é vendas de Bíblia então doe para os jovens ao invés de vender”, disse um internauta.

Outro usuário já preferiu destacar a característica da Bíblia “ID3”, que traz a história do cantor antes do livro de Gênesis: “Antes de conhecer Deus tem que conhecer o Thalles… Piada!!! Realmente jovem não lê a Biblia por influência de pessoas como você, que leva eles a apenas pular, gritar e achar que estão no Espírito com músicas que nada cooperam com o Reino”, criticou.

Houve quem não comprou o argumento de Thalles para a criação da versão “ID3”: “Estratégia para ser mais rico e influente. Só esqueceu de se humilhar e elevar o Reino de Deus! A palavra de Deus é eficiente por ela mesmo. Ou Jesus não sabia evangelizar?”, questionou.

Dentre os que apoiaram a iniciativa, a principal defesa foi o argumento de que não se deve julgar: “Deus nos usa de diversas maneiras e cabe a Ele decidir e não a nós jugar! Creio que muitos jovens irão se interessar, adquirir esta Bíblia e acabarão lendo a Palavra, devemos ser testemunhas de Cristo e é o que foi feito nesta Bíblia colocado os testemunhos, ao invés de criticar devemos é fazer algo!”, opinou o usuário.

Assista ao vídeo que Thalles gravou apresentando a Bíblia “ID3”:

Thalles e Lutero

A parceria entre a SBB e o cantor foi comentada por blogueiros de apologética e largamente criticada, pois o histórico de Thalles Roberto com produtos licenciados é vasto: “O cantor que já usou a sua ‘estratégia’ na gravação de DVDs, realização de centenas de shows, na confecção do bonequinho de si mesmo, de bermudas, blusas, tênis, pulseiras, capas para celulares, agora investe na sua Bíblia Apostólica IDE. – Bíblia? Sim. Isso mesmo! […] Nunca ninguém expandiu tão bombasticamente o selo de si mesmo por estratégia em favor das almas perdidas, por mais que isso tenha lhe custado alguns zeros a mais em sua conta bancária”, escreveu Antognoni Misael, professor de história e música.

Já o pastor Renato Vargens, líder da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói (RJ), partiu para o exercício criativo e sugeriu um diálogo entre o reformador Martinho Lutero e o cantor gospel, que seria possibilitado por uma “máquina do tempo”. Confira o divertido diálogo:

“Lutero adentrou à Máquina do Tempo, partindo para a cidade do Rio de Janeiro, no ano de 2015. Ao chegar à capital Fluminense, Lutero foi recebido pelo famoso cantor gospel Thalles Roberto. Thalles ao ver o alemão disse:

-Grande Lutero, tenho ouvido falar muito de você! Você é o cara brother, tenho até pensado em compor uma canção em sua homenagem. Já tenho até uma ideia na cabeça.

Lutero, sem entender nada, perguntou ao seu anfitrião:

-O Senhor é? Seu nome mesmo?

Thalles respondeu dizendo:

-Como é que é? Você não sabe quem eu sou? Eu sou o Thalles Roberto, cantor gospel, um dos caras de maior visibilidade no Brasil e no Facebook. Na verdade eu to bombando! Minhas músicas são muito boas, a galera se amarra, inclusive os não crentes. Aliás, eu tive uma ideia fantástica!

-Que ideia? Perguntou Lutero.

-Vou ter uma Bíblia de estudo. Aliás, Lutero, você não traduziu as Escrituras para o alemão? Perguntou o cantor.

-Sim – respondeu o reformador – Você pretende traduzir uma também? Inquiriu Martinho.

-Claro que não, eu vou fazer bem mais que isso. O que adianta dar a Bíblia pro povo ler se o povo nao vai entendê-la?

-Como assim? Perguntou Lutero.

-Ooooooo alemão presta atenção. Eu vou botar um encarte na Bíblia com meus shows, fotos, minha relação com a Bíblia e outras coisas mais. A galera vai se amarrar e se converter a Deus.

-Como assim? Perguntou Lutero. -O que leva uma pessoa a Cristo é a pregação da Palavra através da exposição das Escrituras que mediante a ação do Espirito Santo salva o pecador.

-Ooooooo alemão, tu não tá entendendo. Os dias de hoje são outros. O povo precisa de uma ajudinha pra ser salvo. Tem que rolar algo diferente, sacou? Alemão, presta atenção e entenda uma coisa: a minha Bíblia terá o meu testemunho, eu que sou o maior fenômeno da música gospel da atualidade, isso sem falar nas composições, ministrações e revelações que tive, vai bombar mano!

Lutero, aborrecido com que ouvia, tentava argumentar, mas Thalles, ignorava o reformador cantarolando “Filho meu”… Vendo que não podia fazer mais nada, Lutero se retirou triste de volta a máquina do tempo”.

 

Fonte:Gospel+

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Frente da Família prioriza combate à pedofilia e exploração sexual de crianças

Frente parlamentar em defesa da família e apoio à vida, que tem como presidente o senador Magno Malta (PR-ES), está retomando com força total projetos de lei contra a pedofilia e a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil.

Magno Malta assumiu recentemente a presidência da Frente da Família e estabeleceu como prioridades a defesa das crianças e dos adolescentes brasileiros que, de acordo com o senador, hoje estão vulneráveis, principalmente na internet, a pedófilos e exploradores.

“Vamos apresentar e dar apoio a todos os projetos de lei que visam ampliar a proteção às nossas crianças e jovens. Existem redes de pedófilos agindo no Brasil e é necessário, inclusive, haver um monitoramento maior disso na internet”, defendeu Magno.

Um dos projetos de lei que tem o apoio da Frente da Família é o PL 1404/2011 que prevê a infiltração de agentes da polícia na internet com o fim de investigar crimes contra a liberdade sexual de criança ou adolescente.

Frente da Família

O projeto diz que a infiltração de agentes de polícia na internet será precedida de autorização judicial devidamente circunstanciada e fundamentada, que estabelecerá os limites do referido meio de obtenção de prova, ouvido o Ministério Público.

Outra iniciativa relevante neste sentido é o PL-08040/2014, que aguarda aprovação. O projeto permite a requisição de dados cadastrais de usuários da internet diretamente pela autoridade policial, para fins de combate à exploração sexual.

Contra o infanticídio

O senador Magno Malta apresentou ainda emendas ao texto do projeto de lei que cria o Estatuto da Pessoa com Deficiência para incluir nela a defesa da vida das crianças indígenas, que são sacrificadas conforme rituais simbólicos e motivos culturais.

Magno apresentou a emenda aditiva ao PLS 06/2003 prevendo a proteção de crianças, jovens e adultos indígenas com deficiência visando evitar o sacrifício de crianças com deficiência por motivação cultural.

“Não se pode admitir que crianças indígenas sejam sacrificadas por motivos culturais, como se a vida delas fosse menos importante do que as tradições do lugar onde nasceram. É uma situação trágica que precisa ser mudada”, declarou Magno.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

TV Globo promoverá debate entre Silas Malafaia e Jean Wyllys

O apresentador Pedro Bial convidou o deputado federal Jean Wyllys, o apresentador Jô Soares e o pastor Silas Malafaia para participar de um debate na nova temporada do programa Na Moral, da Rede Globo. O programa debaterá temas ligados à família e será gravado no próximo dia 18.

Não é a primeira vez que Malafaia participa do programa. Em 2013 o pastor evangélico esteve no programa falando sobre assuntos polêmicos e a emissora registrou um recorde de audiência.

Pelo seu perfil polêmico sempre que aparece em um programa da TV aberta o pastor garante o sucesso da audiência. O líder evangélico já esteve no programa “De Frente com Gabi”, do SBT, que marcou recorde de audiência e no “Programa do Ratinho” que também foi sucesso.

O ex-BBB Jean Wyllys tornou-se um dos principais opositores aos projetos cristãos na Câmara dos Deputados. Em janeiro, ao comentar os crimes contra homossexuais, o parlamentar chegou a dizer que os agressores recitam trechos da Bíblia enquanto espancam e matam as vítimas.

Wyllys também é considerado por muitos como o deputado que mais trabalha para desconstruir a imagem tradicional da família e propôs, entre outros projetos, legalizar a prostituição no Brasil e obrigar os pais a consentir com a mudança de sexo em crianças pelo SUS.

Já o apresentador Jô Soares tem um perfil liberal e comanda um dos programas com maior audiência na emissora. Jô já entrevistou diversas personalidades evangélicas e recentemente atacou o pastor evangélico Marco Feliciano.

Estatuto da Família

O assunto que será tema do debate ganhou força com a apresentação de um projeto apresentado na Câmara dos Deputados pelo deputado federal Anderson Ferreira (PR-PE) que reconhece como família núcleos sociais formados a partir da união entre um homem e uma mulher.

Uma enquete promovida pelo site da Câmara dos Deputados atraiu mais de 5 milhões de internautas desde fevereiro de 2014 questionando se as pessoas concordam com a definição de família como núcleo formado a partir da união entre homem e mulher.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

STF discutirá o ensino religioso nas escolas públicas

Imagem: DivulgaçãoO Supremo Tribunal Federal (STF) convocou audiência pública, no dia 15 de junho, para debater o ensino religioso nas escolas públicas. A audiência foi convocada pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), na qual a Procuradoria-Geral da República (PGR) pede que a Corte reconheça que o ensino religioso é de natureza não confessional, com a proibição de admissão de professores que atuem como “representantes de confissões religiosas”.

Como participar

Para participar da audiência, os interessados devem enviar e-mail para o endereço eletrônico ensinoreligioso@stf.jus.br até o 15 de abril. Na mensagem, deve constar a qualificação da entidade ou especialista, currículo resumido e um sumário das posições que serão defendidas no evento.  Os critérios de seleção dos participantes serão de acordo com a representatividade da entidade religiosa, qualificação do expositor e distribuição de pluralidade.

Convidados ao debate

Além das inscrições de participantes, o ministro decidiu convidar diretamente 12 entidades envolvidas  no assunto, como a Confederação Israelita do Brasil (Conib); Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); Convenção Batista Brasileira (CBB); Federação Brasileira de Umbanda (FBU); Federação Espírita Brasileira (FEB); Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras); Igreja Assembleia de Deus, Liga Humanista Secular do Brasil (LIHS); Sociedade Budista do Brasil (SBB) e Testemunhas de Jeová.

A ação da PGR foi proposta pela então vice-procuradora Débora Duprat em 2010. Segundo entendimento da procuradoria,  o ensino religioso só pode ser oferecido se o conteúdo programático da disciplina consistir na exposição “das doutrinas, das práticas, das histórias e da dimensão social das diferentes religiões”, sem que o professor tome partido.

Segundo a procuradora, o ensino religioso no país aponta para a adoção do “ ensino da religião católica” e de outros credos, fato que afronta o princípio constitucional da laicidade.

O ensino religioso está previsto Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e no Decreto ( 7.107/2010), acordo assinado entre o Brasil e Vaticano para ensino da matéria.

 

Fonte: Agência Brasil

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Congresso dos Gideões Missionários da Última Hora chega a sua 33ª edição

Falta pouco menos de 50 dias para a realização do 33º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, o evento pentecostal mais aguardado do ano que vai reunir milhares de pessoas na cidade de Camboriú, em Santa Catarina.

As ministrações acontecerão entre os dias 25 de abril e 4 de maio no Ginásio Irineu Bornhausen e no Pavilhão dos Gideões, que devem receber mais de 100 mil pessoas dos mais diversos rincões do país.

O tema do congresso em 2015 é “Para vocês, que valor tem uma alma? Salvem-na!” e já há preletores do Brasil e do exterior confirmados para ministrar durante todos esses dias de cultos. Além de pregadores, os cantores evangélicos de maior destaque no cenário pentecostal também estarão presentes.

Os Gideões Missionários da Última Hora é um ministério com o objetivo missionário, criado pelo pastor Cesino Bernardino, da Igreja Assembleia de Deus de Camboriú, que sustenta aproximadamente 1.300 famílias missionárias tanto no Brasil como em outros países do mundo.

O Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora é um evento totalmente gratuito. São cultos diários que iniciam-se às 7h00 e vão até as 23h00min, sem intervalos.

O site do Gideões já mostra uma contagem regressiva e dá detalhes de como participar através de caravanas, onde se hospedar e outras informações necessárias.

Cartaz Gideões 2015

Acesse: www.gideoes.com.br.

Se você gostou deste post, dizer obrigado por compartilhá-lo:
Compartilhar esta:

Curta no FaceBook